as

 

 

Welcome to Present Tense | profile | hi5 profile | msn address | e-mail

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sexta-feira, agosto 29, 2008

msn talk #3

nuno nunopearl.blogspot.com diz:
olá, tudo bem?
the flyer diz:
arkanoid...
nuno nunopearl.blogspot.com diz:
olá pra ti também

análise

Queria apenas compreender que aptidão é esta que me faz ficar, repentinamente, nas situações mais estranhas e, ao mesmo tempo, surpreendentes. Este ano tem sido particularmente fertil em casos complicados, confusões e mal (ou então não) entendidos. Parece que cada passo dado, ao invés de ser um avanço, mostra-se um real recuo, nomeadamente ao nível das relações com os outros.

Como exigente que sou (com os outros), mas principalmente comigo mesmo, tenho perdido algum tempo a analisar tudo o que se tem passado nos últimos meses (apesar das auto-análises serem sempre perigosas e pouco distanciadas). As pessoas envolvidas são diferentes, tal como cada situação se tem revestido de contornos muito próprios e peculiares. A que conclusão chego? Apenas a uma: gostava que, na maioria dos casos, o problema se revelasse meu e só meu. Confesso que, após identificação da falha, seria bem mais fácil resolver a situação (ou as situações). Quem me conhece sabe que sou o primeiro a querer as coisas bem resolvidas e definidas. Quem acha o contrário, então, muito possivelmente, não me conhece (ou não quer conhecer). Chego à conclusão que posso ter falhado aqui e ali, mas percebo que não foram essas minhas falhas as principais responsáveis pelas rupturas ou pelos problemas.

Então deves sentir-te melhor, após esta análise, não? - perguntam vocês. Eu respondo: não, de forma alguma. Os amargos de boca continuam e a irritação por não conseguir muitas vezes ser ouvido está cá. Dentro de mim, vive ainda a raiva pelo facto dos argumentos que me atiram à cara serem, na maioria das vezes, falaciosos (para já não falar daqueles que, por falta de outros recursos argumentativos/real inteligência, caem no insulto barato).

terça-feira, agosto 26, 2008

summer tunes

Duas das músicas que, no inverno, me vão fazer lembrar este verão e as noites mal dormidas, mas bem dançadas. Porque a silly season pede coisas leves e que não façam pensar muito, aqui vai: Ne-Yo, com Closer, e Madonna (com o Pharrell), em Give It 2 Me. Faltou apenas o Black and White, do Michael Jackson, para lembrar as caras de parvos que fazemos ao dançar isto, mas o vídeo não está disponível...

domingo, agosto 24, 2008

on the radio

Please stop,
Don't walk,
Don't talk.

This time I must be strong enough,
No, it's not enough, no, it's not enough,
So, I'll raise my head up hight
I, lift my voice high I, doing it with pride
This time I'll make things right this time,
This time I won't look back
Because time will not go back,
So I'll find myself this time.

The Gift - Cube

E mais uma que, de repente, desatou a tocar no rádio. E mais uma que consegue dizer tanto neste momento...

sexta-feira, agosto 22, 2008

observação digna de nota

A hiperbolização da hiperbole pode causar maus entendidos. Muitos.

quinta-feira, agosto 21, 2008

música para viciar #24


José González - Killing For Love (Beatfanatic Remix)

Um dos meus vícios mais recentes. Se o original já era bom, esta remix deu-lhe ainda mais brilho. Just love it.


PS: Só é pena não ter vídeo decente. Fica o som!

ost

Se a noite passada tivesse uma banda sonora seria, certamente, o I Go To Sleep da Sia. Não foi preciso imaginar "that you're there with me". A minha fábrica dos sonhos (ou pesadelos, sei lá) encarregou-se disso.


PS: Se isto continua assim, vejo-me obrigado a encerrá-la ou a deslocalizá-la para um país com mão-de-obra mais barata (e duvidosa).

terça-feira, agosto 19, 2008

mental note #2

Da próxima vez que a rapariga que me fez o piercing disser para desinfectar a zona com Betadine duas vezes por dia, vou seguir os seus conselhos e fazer apenas DUAS aplicações diárias e não QUATRO, como desta vez. É que, afinal, aquilo é um medicamento. E diz que pode ter efeitos secundários e causar reacções físicas um pouco chatas...

meet wall-e



Um dia, quero ter um robot destes na minha vida. É difícil não ficar com essa vontade depois de ser ver o filme (e depois de alguns anos a lidar com humanos, também).

segunda-feira, agosto 18, 2008

produtivo!

Sinto que este ano estou mais produtivo no trabalho. Se me perguntarem porquê, responderei: problemas emocionais/sentimentais levam a uma maior dedicação a tarefas passíveis de nos distrair de coisas menos boas. O trabalho é uma delas.

quinta-feira, agosto 14, 2008

little olympic lies

Primeiro foi a pequena cantora chinesa na cerimónia de abertura que, afinal, fazia playback. Agora sabe-se que parte do fogo-de-artifício visto na televisão foi criado informaticamente por questões de segurança. Que revelações vão ainda surgir? Com tanta tanga, começo a duvidar que os Jogos Olímpicos estejam realmente a decorrer. Ou então ainda se vai descobrir que as medalhas são de chocolate...

quarta-feira, agosto 13, 2008

menos social?

Concluo que tenho defeitos e que muitos deles se devem à minha não-capacidade para ser egoista ou para passar por cima dos outros tentando obter o que quero. Serei menos social por isso?

terça-feira, agosto 12, 2008

as máquinas das comidas

Sempre nutri um estranho fascínio pelas máquinas das comidas. Lembro-me que na faculdade eu e uma colega minha faziamos o circuito das várias máquinas lá existentes em busca do melhor café ou do capuccino perfeito. Quando encontravamos, a máquina desaparecia misteriosamente dias depois. Mas aquilo que mais me fascina (ou não) é quando as infernais cornucópias que seguram as comidas não rodam até ao fim, fazendo com que o produto não caia. Seguem-se os encontrões, os pontapés, os murros e o desespero porque, afinal, só temos aquela moeda e queremos simplesmente enganar o estômago até à próxima refeição. E vale tudo para obter um produto que, além de custar o triplo do preço, não presta ao nível nutritivo. Tudo, menos ficar sem ele.

Há cerca de um ano, brindaram-me no trabalho com duas fantásticas máquinas destas. Fiquei radiante, mas a alegria cedo terminou. Estas devem ser as piores máquinas de comidas da história das máquinas de comidas. Não há dia em que não tenha uma surpresa, sempre desagradável. E digamos que desatar aos pontapés a uma máquina destas num local que requer silêncio não será a melhor opção. E o pior é que continuo a insistir...

segunda-feira, agosto 11, 2008

saturday night pic #4



Porque o sábado à noite foi de festa e porque há muito tempo que não me divertia assim, uma foto tirada num dos saltos da noite. I touch the sky, sky, skyyyyyy!

quinta-feira, agosto 07, 2008

definição

Um "parque temático de incongruências socio-políticas". É desta forma que Mário Crespo define o nosso país, num artigo a propósito dos ciganos da Quinta da Fonte. Concorde-se ou não com o teor do dito artigo (tenho a minha opinião e não a vou aqui dizer), esta é uma das melhores definições de Portugal dos últimos tempos.

quarta-feira, agosto 06, 2008

costumes esquisitos

Sempre que dou o endereço do meu blog a alguém tenho o costume esquisito de visitá-lo, tal como se eu fosse outra pessoa. Fi-lo há 5 minutos, de novo. Olhei para o histórico, aqui mesmo ao lado, e reparei na quantidade de meses e anos que já lá vão desde o primeiro post. Naveguei até aos primeiros meses, depois fui mais a meio e finalmente até Janeiro deste ano. Bastou reler alguns posts e perceber que muita coisa mudou em mim. Bastaram umas linhas para relembrar momentos. É estranho como consigo lembrar-me perfeitamente daquilo que sentia ao escrever certas coisas. Bom caderno de memórias, isto!

desabafo?

Respiro-te.
Sinto o odor que só eu sei sentir.
Invado as linhas que te limitam.
Transgrido limites que em uníssono deixam de o ser.

segunda-feira, agosto 04, 2008

ahhh pois é!

Gosto de ti meu gajo mai lindo!!! Beija boa.
SMS em 4 de Agosto de 2008, 14:37:03

E é tão bom quando, sem estar à espera, se recebem mensagens destas...
És um amor, Cátia! ;)

sexta-feira, agosto 01, 2008

música para viciar #23


Hot Chip - One Pure Thought

Mais uma para viciar. Porque andei todo o dia com ela na cabeça e acho que é boa para o início do fim-de-semana. E o vídeo como os Hot Chip já nos habituaram: delicioso.