as

 

 

Welcome to Present Tense | profile | hi5 profile | msn address | e-mail

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quinta-feira, julho 30, 2009

para ir ver... já!


Ice Age 3

Adoro, mas ADORO a parte dos olhos a esticar!!! ahahaha

observação

Uma das vantagens da "febre" pela Gripe A é que os portugueses vão, finalmente, saber como lavar as mãos em condições. Pelo menos enquanto a gripe durar...

quarta-feira, julho 29, 2009

diferenças

Disseram-me agora mesmo que em Berlim é fácil andar de bicicleta e que a cidade está muito bem servida de ciclovias. Mesmo quando não as há, as dificuldades são minimas uma vez que os ciclistas são respeitados na estrada. Confesso que não consigo imaginar tal cenário em Lisboa... e nem será pela falta das vias específicas para quem anda de bicicleta...

quinta-feira, julho 23, 2009

música para viciar #35


Simian Mobile Disco - Audacity of Huge

E pronto, agora aqui vai um dos meus últimos vícios. :)

separador

Este texto é apenas um separador. Como não gosto de colocar dois posts seguidos com vídeos - tal poderia revelar uma enorme falta de criatividade - tinha de fazer algo pelo meio. E aqui está. Resta saber qual o assunto. Posso falar do jarro electrico que acabei de adquirir, juntamente com um reforço de chás aqui para casa. Posso falar ainda dos dias que faltam para as férias e ficar deprimido. Ou então posso pousar a cabeça no teclado durante uns segundos. Isso mesmo. Aqui vai!

tgrvffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff

Pronto. Intervalo feito. Já posso postar outro vídeo.

PS: Mais um post parvo e desnecessário. Enfim.

surpresinha


Lady Gaga - Poker Face (piano version)

E de repente, eis que a senhora me surpreende com esta versão.

terça-feira, julho 21, 2009

montra de prémios

E na secção "fait divers para distrair o povo enquanto se aplicam políticas e se revelam sondagens comprometedoras"... a bela da Gripe A que, a julgar pelas notícias, mantém as pessoas doentes ad eternum...

E eis o país em que vivemos!

terça-feira, julho 14, 2009

casulos


Bloco de apartamentos em Hong Kong (© Jason Hawkes)

É por estas e por outras que adoro o sossego do meu pequeno prédio de três pisos. Alguém se atreve a imaginar as reuniões de condomínio desta gente? LOL


Via: The Big Picture - Boston.com

terça-feira, julho 07, 2009

música para viciar #34


Basement Jaxx - Raindrops

Descobri esta música hoje de tarde à saída do work. Vício à primeira!
E gosto do vídeo e do ar tribal e do abuso no efeito "espelho".

On the glory afternoons in June I need you
Just like raindrops
You'll feel so good upon my lips

segunda-feira, julho 06, 2009

charada

Pergunta: O que Sintra, um telemóvel, o arco da Rua Augusta e um casal espanhol têm em comum?
Resposta: A minha distracção e, aqui e ali, alguma falta de jeito.

Passo a contar.
Pela primeira vez na vida, perdi um telemóvel. Nunca tal me havia sucedido... até ontem. Foi em Sintra, em plena entrada para o Palácio da Pena, que dei por falta dele. Demos voltas de cão, deixamos o contacto nas bilheteiras, enfim... Durante todo o dia, ligou-se "n" vezes para o meu número, na esperança de que alguém o tivesse encontrado. Resultado nulo!

À noite, já no cinema, a surpresa. Recebemos uma mensagem do meu número (algo esquizofrénico) em espanhol. Saí da sala de cinema e liguei logo para mim mesmo (esquizofrenia ao máximo, aqui). Um casal espanhol, de férias em Portugal, havia encontrado o telemóvel e queria encontrar-se comigo para o devolver. Fiquei radiante, não pelo valor do aparelho, mas pelo conteúdo. Apressei-me a combinar o encontro. A sugestão partiu deles: debaixo do arco da Rua Augusta, às 13h de hoje (segunda). E lá fui eu para um blind-date internacional.

Pormenor importante: a meio da manhã de hoje, tentei ligar de novo para mim mesmo (esquizofrenia rula!) e o telemóvel estava desligado... Pânico! Como iria eu reconhecer o casal espanhol? Mesmo assim, arrisquei e fui à aventura. E ainda bem. Debaixo do arco, estava um rapaz e uma rapariga com o meu telemóvel na mão. Devo ter feito um sorriso tão rasgado ao ver o meu Nokia que a espanhola desatou a rir quando olhou para mim. E lá fiz a troca. Sim, troca. Fiquei com o meu telemóvel e ofereci-lhes um vinho alentejano. Era o mínino...

Com tudo isto fiquei a:
- conhecer quase todos os funcionários do call-center da Vodafone, de tantas vezes que para lá liguei;
- saber que os espanhois não percebem mesmo NADA de português, uma vez que o idioma do meu telemóvel estava alterado para espanhol...