as

 

 

Welcome to Present Tense | profile | hi5 profile | msn address | e-mail

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quinta-feira, agosto 30, 2007

mysterious skin

Porque há pessoas que deviam ser obrigadas a ver este filme. Porque é duro, rude, cruel, arrepiante e, ao mesmo tempo, soft. Porque me colou à cadeira, impedindo que me levantasse quando chegou ao fim. Porque me tirou a fala por momentos. Simplesmente porque é muito bom.


(em exibição apenas no King e Monumental)

terça-feira, agosto 28, 2007

tutorial



Um pouco do que se pode ver em Weeds (RTP2, segundas à noite).
Reparem na cara de incrédulo e de, ao mesmo tempo, "seen that" do aluno.

segunda-feira, agosto 27, 2007

flash aaaah aaaaaah

Estou contente! A partir de hoje (ou ontem) sou já parte das estatísticas do número de pessoas apanhadas pelos radares lisboetas. Tinha eu feito o túnel que liga o Areeiro ao Campo Pequeno na maior das calmas, na eminência de por lá existir um radar, quando paro no sinal logo à saída do buraco. Cai o verde e lá vou eu na boa sem sequer me lembrar mais daquilo. Eis que atrás de mim, de repente, surge um belo flash. Olho para a velocidade. O coisinho (não sei o nome técnico daquilo que marca a velocidade e não me apetece abrir o google e tentar procurar) marcava uns 60 km/h...

Maninha, como estava com o teu carro, caso recebas aí a bela da multa, faxavor de a mandar cá para baixo que eu trato disso, ok?

domingo, agosto 26, 2007

observação

É tremenda a facilidade e o desprendimento com que algumas pessoas se aproximam de nós, usam e abusam do nosso ombro e depois partem, voltando a querer o consolo quando ficam mal de novo. Há alguns anos atrás, foi esta uma das razões (não a maior) que me fez mudar de número de telemóvel. Nessa altura, fui invadido por um alívio como nunca antes havia experimentado. Sinto que brevemente vou fazer o mesmo e passar a existir apenas e só para quem vale realmente a pena.

sábado, agosto 25, 2007

um miminho...



... eu hoje recebi! :)

quinta-feira, agosto 23, 2007

destino

Cheguei a casa. Decisão tomada. Abro o saco do lixo. Nele deitei tudo o que de teu tinha. Fechei-o. Desci a escada. Abri o contentor. Atirei o saco lá para dentro. Fechei a tampa. Virei as costas sem hesitar. Senti-me aliviado. Precisava disto para continuar. Era o seu destino. Era o meu destino.

quarta-feira, agosto 22, 2007

movie quotes #2

Recordei todas as raparigas com quem dormi ou que simplesmente desejei. Vejo-as como bonequinhas russas. Vamos brincando com elas na ânsia de ver a última, a mais pequenina, a que se esconde dentro das outras. Não podemos ir logo buscá-la, primeiro temos de abrir as outras. Temos de as ir abrindo e estar sempre a perguntar-nos: "será esta a última"?
As Bonecas Russas

E na vida real? Não será assim que vamos conhecendo pessoas, perguntando sempre: "será esta"?

domingo, agosto 19, 2007

farol

Há muito que queria voltar a visitar um farol. A última vez que o fiz foi em criança, no Cabo de S. Vicente, em Sagres. Hoje voltei a entrar nos meandros de um, desta vez no Cabo Espichel. Foi mágico. Aqui ficam algumas das fotos (não as melhores, mas algumas).


Versão um caditu maior aqui.

sexta-feira, agosto 17, 2007

just perfect

Playground Love, dos Air. Para mim, a música mais perfeita de todos os tempos. Melodia, letra, vídeo, significado. Tudo nos quatro minutos de música mais perfeitos que conheço.

quinta-feira, agosto 16, 2007

where to go


Photo by Nuno Torrado (2003)

E se me perguntarem onde vou, direi que não sei. Talvez onde estas tábuas me levem. Talvez onde o meu rasto se confunda na multidão e se misture com os corpos que tanto e nada (me) dizem.

segunda-feira, agosto 13, 2007

non-post

Irritado como estou, até podia colocar aqui uma breve dissertação acerca do facto das pessoas não merecerem nem 1/4 do que lhes damos. Não o vou fazer. Prefiro clicar no vídeo do post anterior e deliciar-me com a magia que falta aos humanos.

domingo, agosto 12, 2007

lifted








Lifted. É este o nome da nova, e mais uma vez genial, animação da Pixar. Muito bom. Mesmo!

sexta-feira, agosto 10, 2007

música para viciar #8

Apesar já não serem actuais, voltei a esbarrar com estas duas faixas nos últimos tempos, muito à custa de hoje, tudo quanto é rádio da especialidade, falar nos Simian Mobile Disco como a última sensação da cena electrónica (tenho sempre reservas em relação a estas designações, mas enfim). O vídeo da esquerda é o original (Simian - Never Be Alone) e o da direita a versão alterada com a ajuda da dupla francesa Justice. O vídeo, esse, foi o responsável por ter posto Kanye West mal dispostinho nos EMA's de 2006, na Dinamarca (oh que peninhaaaaa!).
Das duas prefiro a alterada. E vocês?

segunda-feira, agosto 06, 2007

sábado

Remembering.
Sábado, 23.40h. SMS no móvel: "Vamos ao Bairro beber um copo?". Resposta minha: "Buga". Banho à pressa, escolha de roupa com várias mudanças à mistura, cabelo no ponto (ou não). Encontro na BP. "Vai o meu carro ou o teu?". Levei o meu. Lisboa. Estacionamento estranhamente fácil no Principe Real. Caminhada até ao primeiro spot. Caipirinha para dois seguida de deambular pelas ruas. Próxima paragem: sítio onde antes costumava ir. Muitas caras feias. Demasiado feias. Muito plástico, muito riso parvo. Tonturas. Caipirinha forteee. Dois dedos de conversa. Alguns encontros surpreendentes. Mais uma deambulação rua acima. Pego no telemóvel. SMS para quem realmente queria ver: "Tou no Bairro. Tás cá?". Resposta chega: "Yep". Sorriso nos lábios. 10 minutos mais tarde o encontro e uns minutos (poucos!) de conversa. Fizeram bem ou mal... não sei. No meio da confusão e dos corpos que à volta passavam foi um oásis. "Ficas, right? Eu vou embora. Tou cansado". Despedida. Rumo ao carro com saudades e sensação de «queria estar mais contigo». Chego a casa. Choro na almofada. Adormeço. Domingo.

sexta-feira, agosto 03, 2007

:)

S.
weeeeeeeeeeeeeee!

quinta-feira, agosto 02, 2007

odeio...

... injustiças e filhos da puta!

Força maninha! Vais conseguir! :)

leituras #1

Uma colega de trabalho emprestou-me um dos livros mais apaixonantes que li nos últimos tempos. Chama-se Fernão de Magalhães - Para Além do Fim do Mundo e relata, como se pode ler na capa, «a magnífica odisseia da viagem de circum-navegação». Com todas as reservas que um livro deste género pode ter, é engraçado perceber como a corrupção e os jogos de interesses estavam, já naquela época, bem presentes no seio de quem governava Portugal. D. Manuel I era contra Fernão de Magalhães por este ser aliado da oposição, facto que o levou a não apoiar esta odisseia. Resultado: o navegador virou-se para Espanha onde, juntamente com outros portugueses que o nosso rei também não olhava com bons olhos, recebeu toda a ajuda necessária para levar a cabo a viagem que hoje todos conhecemos. Portugal perdeu; pouca coisa mudou...

PS: O livro é muito bom e o blog já estava em "silly season mode" há posts demais...